Batom Matte Rosa 03 Natura Aquarela



Oi, todo mundo! 
Mais uma resenha de batom da Natura, porque siiim <3 E este aqui eu comprei junto com o Nude 06, já que ambos estavam com um precinho MUITO bom, fui lá fazer a linha louca dos batons. E como eu já havia usado o outro, fiquei bem tranquila em relação as expectativas com esse.

Ele também é matte, e o tom de rosa dele é mais fechado e fica lindo com qualquer make porquê não é nem escuro demais e nem claro demais., e na minha opinião ele é aquele batom coringa. Vai bem de manhã, de tarde, de noite, pra ir na padaria, na praia... enfim, lindo! 




Diferente do Nude 06, a cor dele é super fiel a da bala, que também é bem básica e tem aquele cheirinho delicioso que eu ainda não sei caracterizar. A textura dele é um pouco menos cremosa que a do anterior, mas ainda é cremosinho, mas ainda assim é bem fácil de aplica-lo ele não fica "arrastado" na hora de passar mesmo estando menos cremoso. Porém , ele só vem secar mesmo na boca cerca de 1:30 depois da aplicação, e nisso a cor já está bem menos intensa. E a textura dele apesar de ser menos cremosinha não é aquele matte super mega seco, ele é um comecinho do matte mediano e ainda transfere bastante.



A duração é a mesma, 2 horas de cor mais intensa e 1 hora de cor leve nos lábios, e com aquela linha de batom no centro da boca. A cor é maravilhosa, super bem pigmentada, com uma camada só você já consegue um bom resultado. E como eu disse antes, é uma cor coringa. 

Enfim, minha decepção com esse batom é a duração, que eu pensava que seria maior e também por ele ficar transferindo muito já que não é tão sequinho, mas pra quem está iniciando agora no mundo dos "batons matte", eu super indico. Tanto pela textura que não vai incomodar tanto, como também pela cor que é bem pigmentada... ah, e também pelo precinho. 





É isso, pessoal. Espero que tenha gostado da resenha de hoje, e que você possam compartilhar ai nos comentários a opinião de vocês sobre o post e sobre o batom, podem deixar dica de posts também que vocês querem ver por aqui. 

Um super beijo e até o próximo!  



Star Wars O Último Comando - Timothy Zahn


Então, chegamos à última resenha do trilogia \o/. Se você ainda não viu as outras duas resenhas, da uma olhada antes, vale a pena.( Herdeiro do Império ; Ascensão da Força Sombria). Essa série do consagrado Timothy Zahn, chega ao fim (na verdade o fim dela já tem faz é tempo, eu que só li agora). Eu fiquei bem animado quando comecei a ler esse livro e por isso fiquei bastante ansioso pra fazer esta resenha. Então vamos lá!

O livro três, diferente do dois, não começa logo após o evento que deu fim ao segundo livro (quem leu sabe que é algo que mudou totalmente o equilíbrio da guerra), mas começa no momento que o império já está fazendo uso da sua "vitória" em cima da nova república. O almirante Thrawn, como o gênio militar que ele é, faz o uso de estratégias militares mais avançadas do que as vistas em livros anteriores, faz uso de armas, manipulações e tecnologias mais ousadas que as dos outros volumes.



Esse livro é de constante conflito, não o mesmo conflito que havia. As batalhas deixaram de ser simples exercícios de limpeza, como a república chamava no primeiro livro, e passaram a ser lutas pela sobrevivência. Batalhas dignas das "Guerras Clônicas", vitórias, derrotas! O livro te prende tanto na ação existente nele que você acaba lendo mais de 200 páginas por dia ( eu terminei o livro em 3 dias mais ou menos).

Os mistérios que eu mencionei nas resenhas, todos são solucionados, mostrando como a história ta bem conectada entre si, sem deixar nenhum buraco. Alguns mistérios aparecem nesse livro, e é ai que apareceu um "buraco" no livro. Não falarei que "buraco" é esse, apenas falarei que tem a ver com o Conselheiro Fey'lya. Ele criou uma situação de dúvida e intriga bem pequena nesse livro, e ela simplesmente foi deixada de lado. Esse foi o único problema que eu enxerguei na trilogia toda.



Esse livro se afasta um pouco da pegada "Star Wars - George Lucas" pois mostra algo intenso de verdade, não muito comum em filmes do star wars. Isso foi muito legal pois só demonstrou ainda mais toda a originalidade do autor e toda a independência que ele apresentou ter, e mesmo assim não desagradou na história que fez!

Mais culturas e mais povos foram mostrados, em Star Wars nunca é demais, não é verdade? Ainda mais quando a cultura é realmente explorada e respeitada. Algo que deveríamos aprender com os personagens dessa série de ficção. E não pensem que essas raças mostradas estão só de figurantes não, todas, sem exceção, apresentam um papel enorme no livro. Isso me lembra bastante a derrota que o Império sofreu em Endor por conta das pedras do Ewoks, sem eles talvez a aliança não teria saído vitoriosa daquela batalha!



A capa do livro é algo bem sensacional, com detalhes em roxo e com a imagem do Grão Almirante Thrawn bem na frente, mostrando todo o poder e elegância que ele tem sem precisar comandar por medo que nem o Darth Vader e o Imperador! Nessa capa também tem a presença do Palleaon e do mestre jedi clonado Joruus C'baoth, o que retrata umas das primeiras cenas contadas no livro, que é também uma das partes onde a genialidade de um Grão Almirante, que precisou vencer o preconceito, mostra como a estratégia pode mudar os cursos da guerra.

O enredo é bem fechado, demonstrando como que o império e a nova república foram criando esses embates até ter o resultado final. Tudo é contado de uma forma bem detalhada de uma forma que você entende a estratégia de uma forma que você mesmo poderia por em prática e vencer aquela guerra toda sozinho (Se bem que seria injusto pois você sabe oque o outro lado está planejando também).



Nesse livro mostram mais cenas do Luke sozinho em missões, oque pra mim foi uma vantagem já que ele é o meu personagem favorito de toda a série, o problema pra mim é que ele não foi de tanta importância para o desfecho final. Pra ser bem sincero eu até gostei disso, pois mostra que todos, trabalhando juntos, podem vencer qualquer batalha, sem a ajuda de um jedi kkk.

O fim é algo que você não espera, mas você fica muito satisfeito! O fim que alguns personagens do Império levam são épicos, vale muito a pena ler esse livro, não só pelo fim, mas com certeza também pelo fim!

Então é isso pessoal, espero que todos leiam essa trilogia, sério...é boa! Eu espero comentários de vocês sobre dúvidas do livro, perguntas, críticas construtivas. E é isso galera, até a próxima e fiquem ligados nas próximas resenhas do blog. Tchau! o/


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...