Cemitério de Dragões Legado Ranger I - Raphael Draccon


Olá pessoal, como vocês estão? Espero que bem. Estamos aqui para trazer a resenha de outro livro , dessa vez de um autor já mencionado aqui, mas com uma obra diferente ( não é nada de continuação do Dragões de eter, não ainda). Como alguns de vocês devem saber, eu sou super fan do Raphael, ele é super humilde e teve que batalhar muito pra conseguir ser um ícone na fantasia brasileira. E eu tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente, e foi uma das melhores experiências que tive na bienal do livro aqui no Ceará, mas enfim...vamos à resenha.

O livro conta a história de cinco pessoas que não se conhecem, um soldado de elite do exército americano, uma africana guerrilheira de Ruanda, uma garçonete da irlanda praticante de artes marciais , um hacker brasileiro e um dublê francês. Todos eles desaparecem do nosso mundo e pararam em uma dimensão alternativa conhecida como Cemitério, cada um com sua história sobre como apareceu nessa dimensão louca. Eles ficam com muito receio de tudo e aprendem a se virar nesse "planeta". Demônios são os principais vilões , mas não são os únicos. 





A estória é cheia de referências a outras já conhecidas, como o próprio Dragões de éter, mas não é uma cópia, é algo maior que isso. É como se fosse uma base para uma nova história, usada como alicerce e para fazer uma homenagem. Há referências a Caverna do Dragão,( o próprio nome, cemitério de dragões, mas também a dimensão e alguns inimigos) há referências a power ranges, e até a avatar(não o da lenda de Aang, mas os de pandora lá, os nativos azulados) juntando com elementos de fantasias clássicas.

O enredo é bem divertido e o desenvolvimento da estória é bem completo, não há nenhuma lacuna. Os personagens são complexos, com sonhos, frustrações etc. Você sente na pele tudo que cada um sentia no mundo deles e sente no Cemitério. Revelações são feitas, desabafos de erros do passado são feitos e o livro faz você se prender não só pela ação e aventura, mas pelos sentimentos desses 5 personagens principais e de outros que são bem importantes para o desenvolvimento completo.

Uma coisa que achei mais legal do livro é a chance de se redimir diante de erros cometidos no passado, mostrando que nem sempre devemos nos sentir mal a ponto de não resolver nossos problemas ou erros. Ele mostra uma certa ação que cada um pode fazer para se redimir, não com os outros , mas com seu interior...lógico que conseguindo se redimir com o seu interior você se torna uma pessoa melhor e se redimi com o seu próximo. Uma coisa bem diferencial desse livro que me chamou a atenção e eu amei!




O livro , fisicamente, tem detalhes muito lindos na capa e nas folhas, eu realmente amei cada coisinha dele. E eu sinceramente recomendo ele para todo mundo. Mesmo que você não seja fan de fantasia, esse pode ser o livro "porta de entrada". 

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado da resenha e se interessem pelo livro. Esse vale cada segundo que você passa lendo. Vou ficando por aqui, volto depois com mais resenhas, se liguem no conteúdo que eu e a Thay publicaremos no blog, até a próximo galerinha. Tchau!



4 comentários:

  1. Qual sua opinião a respeito das frases de efeitos que o Draccon usa? Sei que é uma característica dele, mas acho que o uso foi excessivo nessa série. Tanto que pra mim, a leitura acabou sendo muito desagradável. Falo de trechos do tipo:

    Prólogo: "Então o primeiro tiro. E o segundo. No terceiro, a escuridão." (acho que aqui encaixou muito bem, por que chama bastante atenção para o acontecimento).

    pág 8: "O pior de tudo, no entanto, era o cheio."
    pág 9: "Era nesse ser que a atenção de Derek se concentrava."
    pág 9: "Já chegara àquela dimensão como escravo."
    pág 10: "Uma rotina que Derek começou a analisar."
    pág 11: "Uma chave que Derek lhe deseja tomar."

    3 páginas e já pra ter uma ideia do que eu estou falando. Como falei antes, o abuso desse tipo de frase me incomodou bastante.

    O que acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alberto, na minha opinião essas frases são boas, eu não as vejo de modo negativo pois sou acostumado com livros mais "chatos" de se ler. Eu acho que esse tipo de frase deixa a situação mais "real" de acordo com a imaginação do autor.

      Um abraço!

      Excluir
  2. Engraçado... Esse livro é novo? Não tinha ouvido falar nele ainda. Parace ser um bom livro.

    Blog.
    Facebook.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amigo
      Esse livro não é tão novo, digamos que esteja no meio termo quanto a velho e novo. Já saiu o segundo volume, Cidade de Dragões. E é um livro ótimo, recomendo muito!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...